Robô devorador de edifícios

Algumas formas já conhecidas de colocar uma construção abaixo são as famosas Bolas de demolição e as implosões controladas, sem contar uma forma de “demolição” inovadora e que só poderia ter surgido no oriente ao qual postei no começo do ano aqui no pescadordebits. Se quiser comprovar o que digo, é só clicar aqui.

Porém, ao que parece, temos a chance de ver uma nova forma surgir no mercado, só que dessa vez, quem faz o serviço é um robô. Criação do designer Omer Haciomeroglu, o robô ERO não só “destrói”, como também recicla o concreto. Ele é capaz de quebrar e bombear o concreto, já deixando o mesmo pronto para ser reutilizado ( estão vendo quando digo que ideais espetaculares e pessoas talentosas não faltam no mundo? Basta investimento e interesse de uma minoria que detêm o poder financeiro, porém parece que estão se lixando para a população mundial e para o planeta, mas voltemos ao assunto em questão ).

Robô devorador de edifícios 01

Na verdade, para executar o trabalho são necessários vários robôs afim de trabalharem em grupo, conseguindo por um edifício abaixo. A forma como é feito, funciona da seguinte forma: O robô, lança um jato d´água de altíssima pressão sobre o concreto, provocando a rachadura e a quebra do mesmo. Em seguida, o equipamento engole os resíduos ainda sólidos, e ao que parece, mistura esse matéria “sugada”, juntamente com uma porção de cimento, já enviando o produto para enormes sacos que podem ser armazenados, aguardando o momento de serem reutilizados em novas construções. O sistema é tão ecologicamente correto que até mesmo as barras de aço que se encontram dentro das paredes de concreto e a água utilizada são reciclados.

Robô devorador de edifícios 02

Bem, o mais difícil já foi feito, que é a idealização da máquina, já que o ERO até o momento não passa de um conceito ( não existe produção em série para o mercado ). O resultado do trabalho de Haciomeroglu, é devido ao seu trabalho no Umea Institute of Design na Suécia. Bem, como disse um pouco acima, falta agora interesse e investimento. Abaixo, uma imagem do cabeça pensante por trás do projeto:

Robô devorador de edifícios 03

Sobre Eduardo Santana

Apenas um eterno curioso e pesquisador. Autodidata e perfeccionista por natureza, desenhista e ilusionista nas horas vagas. Nasci no Rio de janeiro, resolvi postar o Pescadordebits no ar afim de compartilhar conhecimento inicialmente, porém, com o passar do tempo, vem se tornando algo bem maior, o que sinceramente não esperava, e acho ótimo isso.