John Carmack: A realidade virtual é maior que os videojogos

John Carmack não perdeu a oportunidade de ir até à GDC deste ano para falar sobre o Oculus Rift e o seu trabalho na Oculus VR.

Carmack comentou na sua conferência, os enjoos que o headset de realidade virtual provoca nos utilizadores, obrigando alguns a sair das partidas. “Isso é um problema, mas não é tão grande quanto imaginávamos no início,” disse ele dando a entender que houve grandes progressos sobre esse assunto.

John Carmack A realidade 01

Sobre a instalação dos headset de realidade virtual como um standard no meio, Carmack opinou que a dita circunstância nunca poderá acontecer se o dispositivo estiver “limitado ao uso dos PCs e consolas. Vejo o mundo com mil milhões de utilizadores a usar o headset de realidade virtual, isso não poderá acontecer se continuar a ser um periférico de PC ou consola”. A solução, segundo Carmack, passa por trazer a realidade virtual para os smartphones.

Ele contou também que a realidade virtual terá muitas aplicações diferentes e que apesar de ter sido anunciado originalmente para ser usada em jogos, poderá acabar por ter um impacto em mais indústrias do que apenas a dos videojogos. “A realidade virtual é maior do que os videojogos,” disse Carmack.

Os headset de realidade virtual estão a ser uma das grandes tendências da presente edição da GDC.

fonte eurogamer

Sobre Eduardo Santana

Apenas um eterno curioso e pesquisador. Autodidata e perfeccionista por natureza, desenhista e ilusionista nas horas vagas. Nasci no Rio de janeiro, resolvi postar o Pescadordebits no ar afim de compartilhar conhecimento inicialmente, porém, com o passar do tempo, vem se tornando algo bem maior, o que sinceramente não esperava, e acho ótimo isso.