Empresa brasileira lança óculos de realidade virtual durante a CES 2015

A Beenoculus Tecnologia, acaba de lançar um óculos de realidade virtual. Batizado com o mesmo nome da empresa, o Beenoculus foi apresentado ao mercado, em primeira mão, durante o Internacional CES, principal evento global de tecnologia e entretenimento, que está acontecendo essa semana, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Empresa brasileira lança óculos 01-

Com um valor de R$ 99,00 para os consumidores finais, o produto chega ao mercado com a missão de democratizar o acesso das pessoas à realidade virtual e competir com os principais players do setor. “Temos um potencial gigantesco para explorar no país. Se levarmos em consideração que em 2014 foram comercializados no Brasil 47 milhões de smartphones, algo em torno de 100 aparelhos por minuto, podemos afirmar que há um mar de oportunidades pela frente. O acesso à realidade virtual no país é algo ainda muito embrionário”, detalha Rawlinson Peter Terrabuio, diretor de Marketing da Beenoculus Tecnologia.

Empresa brasileira lança óculos 02

Para utilizar os óculos, o consumidor precisa apenas encaixar seu smartphone dentro do aparelho, aproveitando a tela e o hardware do celular. As duas lentes dos óculos dão a sensação de imersão no cenário reproduzido. Para olhar para o lado ou para cima, basta mover a cabeça e a tela acompanha o movimento automaticamente. É importante lembrar que o smartphone do usuário precisa ter sensor de giroscópio para funcionar com as aplicações do Beenoculus.

De acordo com o executivo, esse projeto é resultado de um ano de pesquisas realizadas por 10 profissionais. Para viabilizar seu desenvolvimento, a Beenoculus aportou R$ 2,5 milhões de recursos de seus sócios e contou com o apoio da Intec, Incubadora Tecnológica do Instituto Paranaense de Tecnologia (Tecpar). “Estamos produzindo 60 mil unidades por mês em Barueri e comercializaremos o equipamento, via internet, para todo o Brasil. Nossa meta é vender 1 milhão de Beenoculus no Brasil em dois anos e faturar cerca de R$ 200 milhões somando os games e aplicativos”, comenta Rawlinson.

Nesse primeiro momento, a solução terá como foco principal atender aos mercados de games, entretenimento, desenvolvedores e educação. No âmbito educacional a companhia acabou de fechar uma parceria com o Departamento de Telemedicina da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), para desenvolver experiências imersivas com o conteúdo do Projeto Homem Virtual, possibilitando o aprendizado em primeira pessoa.

Para os desenvolvedores, especificamente, a empresa também disponibilizará kits especiais pelo valor de R$ 500,00. “O objetivo é que eles desenvolvam novos aplicativos e jogos para o Beenoculus”, finaliza o executivo.

fonte brasilgamer

Sobre Eduardo Santana

Apenas um eterno curioso e pesquisador. Autodidata e perfeccionista por natureza, desenhista e ilusionista nas horas vagas. Nasci no Rio de janeiro, resolvi postar o Pescadordebits no ar afim de compartilhar conhecimento inicialmente, porém, com o passar do tempo, vem se tornando algo bem maior, o que sinceramente não esperava, e acho ótimo isso.