Demolindo um prédio ao estilo Oriental

Hoje, mais uma vez, minha determinação foi colocada a prova 02 vezes, a primeira foi com relação a algo pessoal para se resolver ( a boa notícia é que resolvi, Graças a Deus ), a segunda, foi com esse post. Mas você deve pensar “esse cara ta de papo-furado, postar uma besteira dessas é dar trabalho?” ).

Eu respondo, depende do que você quer passar para quem lê o que escreve, eu vejo da seguinte forma, ou posto algo crível e que eu possa estar provando e mostrando a vocês com o máximo de informação que puder, ou nem coloco, pois pra colocar notícias pela metade, mal explicada ou sem certeza do que se escreve ( o que mais vemos em emissoras de tv´s e muitos sites afora ), é muito fácil. 

Desde que o Blog passou a ser uma realidade, falei pra mim mesmo que postaria notícias que tivessem fontes concretas, e que eu pudesse, mesmo que tivesse um trabalho enorme, estar levando informação e conhecimento a vocês.

Entrando agora no assunto, me interessei em trazer até o conhecimento de vocês, essa técnica de “demolição” de prédios no Japão, podem procurar que não vão achar ( ao menos de forma fácil ) na internet, pois não sei o motivo, colocaram como vídeo privado. Pô, uma maravilha da tecnologia dessas, tem de ser levado ao conhecimento do maior número possível de pessoas. 

predio demolido japão

Depois de vasculhar a fundo ( literalmente ) atrás de um vídeo mais coeso e claro, já que apenas palavras não seriam suficientes pra se fazer entender, consegui, depois de colocar meu escafandro e mergulhar nas profundezas da internet ( não precisou ir tão fundo :mrgreen:   😀  mas me tomou 1 hora de pesquisa intensa ), afim de encontrar e pescar este famigerado vídeo de uma emissora Japonesa, onde é mostrado com mais detalhes como funciona esse processo de “desmontagem” de um prédio velho, ao invés de implodi-lo.

O vídeo abaixo, mais parece uma montagem de tão surreal ( este é encontrado facilmente na internet ). Trata-se do Grand Prince Hotel Akasaka, em Tóquio (Japão), possuía 139 metros de altura.

A empresa japonesa responsável por este método de desfazer um prédio é a Tasei Corporation, falando de forma bem simples, ao invés de explodir, jogando toneladas de detritos e poeira pro ar, ela destrói o prédio por dentro ( parece até cupim ) XD.

No caso, eles começam retirando o piso de cada andar. O entulho é mandado para o térreo, isso é feito por um guindaste, que fica dentro do prédio. Esse guindaste consegue gerar eletricidade ao levar os materiais para baixo, ou seja, o movimento gerado, é convertido em energia elétrica para alimentar outros equipamentos, mas não vou entrar em detalhes aqui senão embola tudo.  😆

O uso de colunas temporárias é que mantém a estrutura externa do prédio de pé. Como elas são removidas aos poucos, a impressão que dá é que o edifício está encolhendo ( ou sendo comido ) de cima pra baixo. A empresa mostrando ser absurdamente competente, ainda mantem uma cobertura no topo, afim de minimizar o ruído e a poeira.

Abaixo, uma sequência de fotos mostrando o processo de desmanche:

[print_gllr id=4360]

 

Sobre Eduardo Santana

Apenas um eterno curioso e pesquisador. Autodidata e perfeccionista por natureza, desenhista e ilusionista nas horas vagas. Nasci no Rio de janeiro, resolvi postar o Pescadordebits no ar afim de compartilhar conhecimento inicialmente, porém, com o passar do tempo, vem se tornando algo bem maior, o que sinceramente não esperava, e acho ótimo isso.